Parte II

Fase de Ouro do Water Polo Tricolor

Século XX / 1970 - 1980

A partir de 67 e nas décadas de 70 e 80, a equipe se manteve forte, com destaque entre os principais times do Brasil. Disputou finais e cedeu jogadores para as seleções nacionais. Foi Tetracampeã Carioca de 67 a 70.

  • Arquivo: Luis Ricardo da Silva
  • Arquivo: Aluisio Marsili

Por volta de 68, o professor Júlio Baltazar, o Julinho, estreou no Fluminense o conceito das Escolinhas de Water Polo, baseado no que já acontecia com o Futebol. Com a ação, novos talentos surgiram. Entre eles; Luis Ricardo Luisinho da Silva, Ricardo Ricardinho Martins, Ricardo Schmitt e os irmãos Álvaro e George Sanches. Estes jogadores, mais Eduardo Lufti e Aluisio Marsili, formaram a base do Time Tricolor de Ouro dos anos 70. Venceram seis Cariocas consecutivos e três Brasileiros, antes chamados de Torneio Rio-São Paulo.

Durante as duas fases, o Fluminense forneceu jogadores para os Times Olímpicos. Entre os tricolores que tiveram participação em seleções olímpicas se destacam: Márvio Kelly(52/60/64), João Havelange(52), Sergio Rodrigues(52), Douglas Lima(52), Luiz Daniel(60), Everardo Cruz(60), Rolando Cruz(60), Oswaldo Cochrane(64), Aluisio Marsili(68), Arnaldo Marsili(68), Álvaro Pires(68), Ricardo Tonieto(84) e Mário Duda Souto(84).

Outros, tanto quanto importantes companheiros de time, responsáveis pela Era de Ouro e glórias do século XX, apoiaram a reedição da Nova Era Tricolor neste século XXI. Estava, então, de volta o brilho que sobressai o Fluminense como celeiro de grandes jogadores, referência de excelência no esporte e o destaca com participação de peso entre os integrantes do Time Olímpico.